Vivendo em casas separadas, prós e contras




Casar e morar em casas separadas tem se tornado cada vez mais frequente entre casais que desejam resguardar a atração sexual e evitar a rotina.

"Preservar a paixão, a atração sexual e fugir da rotina são os principais fatores que levam diversos casais a optar por morar em casas separadas"


Mas o objetivo ainda continua sendo o mesmo: a busca pela felicidade.
No consultório escuto muitos relatos do tipo: “Longe dos olhos, perto do coração e da mente”. E assim diversos casais tentam preservar a paixão.
Essa modalidade de casamento ocorre quando ambos percebem nessa dinâmica de relacionamento mais vantagens para a relação.
Bem... listo aqui seis vantagens e desvantagens para casais que optam por morar em casas separadas:
Vantagens:

1. Liberdade em seguir a carreira profissional, muitas vezes em cidades separadas sem angústia de cobranças;

2. Privacidade e respeito pela individualidade;

3. Preservação da atração sexual;

4. Rotina é vista como aliada e não vilã; pois ao se morar em casas separadas, essa se manifesta de forma mais branda e traz mais segurança à relação ao invés de crises;

5. Espaço próprio para lidar com a TPM, mau humor e tratamentos de beleza;

6. Possibilidade de estreitar os laços de amizades com vários colegas da sua área de interesse/trabalho.
Desvantagens:

1. A distância do ser amado para momentos de carência afetiva;

2. A saudade muitas vezes pode gerar conflitos;

3. Ausência de exposição sobre conflitos vividos no dia a dia pode enfraquecer a relação;

4. Momentos de solidão;

5. Dificuldade em dividir emoções;

6. Racionalidade e autonomia tornam-se mais evidentes.
Postar um comentário